Descubra o que é e para que serve um DRE e porque sua academia pode se beneficiar com uma correta utilização dessa importante ferramenta de gestão.

Introdução

Não se preocupe se você não tem conhecimento sobre o que significa essa sigla, a nossa missão aqui neste artigo é primeiro te explicar o que é e para que serve um DRE, depois reforçar a importância desse documento e ao final, demonstrar a importância do DRE para a sua academia.

E queria também chamar a sua atenção para o fato de que será cada vez mais frequente aqui neste espaço, artigos sobre aspectos mais práticos do dia a dia de uma academia, que nem sempre estiveram presentes na vida do gestor, mas que no nosso entendimento e de acordo com os desejos que temos para o mercado, precisam estar no radar.

Então, conheça a DRE e use isso para melhorar a gestão de sua academia.

1- O que é e para que serve a DRE?

Antes de mais nada, vamos ao significado da sigla DRE: Demonstrativo do Resultado do Exercício. Se isso não esclareceu muita coisa para você, vamos por outro caminho:

O DRE é um dos instrumentos mais importantes dentre os que temos disponíveis para analisar os resultados de uma empresa, com a vantagem de serem lógicos e muito simples de produzir.

Se você busca excelência na gestão de sua academia, essa declaração é indispensável.

Traduzindo para a sua realidade, o DRE é um relatório que apresenta uma síntese econômica das atividades operacionais e não operacionais de uma empresa, dentro de um período de tempo que você determina.

Anualmente uma empresa é obrigada a elaborar um DRE, pois é uma obrigação contábil, ou então quando precisa desse documento para finalidade de financiamento, mas aqui, vamos tratar do DRE como ferramenta de gestão.

Inclusive, encorajamos que você elabore mensalmente um DRE, pois o resultado deste relatório indica se a academia teve lucro ou prejuízo no período. Bem utilizado, o DRE torna-se um poderoso indicador de resultados e é fundamental para a definição de estratégias e tomadas de decisão.

2- Por que o DRE é importante para a sua academia?

Sabemos da dificuldade do gestor de academia em lidar com números, inclusive, alguns chegam a ter “medo de números”! Tanto é que esse é um dos erros comuns que os gestores cometem no financeiro de sua academia, como podemos ver aqui nesse texto.

A vida financeira de uma academia, o resultado das estratégias adotadas ao longo de um determinado período, são facilmente demonstrados e visualizados através da elaboração de uma DRE seguindo a metodologia correta.

Algumas informações necessárias à realização do planejamento estratégico de sua academia podem ser vistas no DRE, possibilitando a simulação de cenários para o estudo de novas estratégias a serem testadas no futuro.

Em resumo, através do DRE, você consegue chegar a importantes indicadores de desempenho para a sua academia, como por exemplo, o Ponto de Equilíbrio, que é o assunto do próximo tópico.

3- O DRE como instrumento para encontrar o Ponto de Equilíbrio de sua academia

Recomendamos para você:  Cobrança em academias: Descubra como parar de perder dinheiro com alunos inadimplentes

Como já dissemos, o uso de ferramentas e relatórios financeiros vai muito mais além da leitura e interpretação. Através deles, podemos fazer análises mais profundas da gestão de sua academia e encontrarmos bons indicadores de desempenho.

Como o Ponto de Equilíbrio.

Também conhecido como “breakeven”, o ponto de equilíbrio dá ao gestor de academia a resposta para uma pergunta muito simples: “Quantos clientes eu preciso ter para que a minha academia seja lucrativa”?

E para se chegar a essa resposta, você precisa ter nas mãos informações sobre os custos fixos e variáveis de sua academia, além das despesas, além das receitas.

Todas essas informações estão disponíveis no DRE.

4- Como se faz o cálculo do DRE?

O DRE é tem uma estrutura própria e nada mais é do que um resumo financeiro dos resultados operacionais e não operacionais da academia, durante um período que você escolheu para ser analisado.

Por exemplo: se você quiser saber o resultado da sua academia durante o mês de julho de 2018, você vai buscar o resultado bruto, o resultado operacional, o resultado não operacional e o resultado líquido.

Segue abaixo o formato resumido de um DRE:

Receita de Vendas

( – ) Custos

( = ) Lucro Bruto

( – ) Despesas Operacionais

( = ) Lucro Operacional

( +-) Resultado não Operacional

( = ) Lucro Antes de Impostos sobre a Renda

( – ) Impostos

( = ) Resultado Líquido ou Lucro ou Prejuízo Líquido

Hoje em dia, com o auxílio da tecnologia, você não precisa apenas depender do seu contador para ter um DRE da sua academia. Inclusive, os sistemas de gestão mais focados em performance no setor financeiro disponibilizam essa funcionalidade, pois já está cada dia mais claro que se trata de uma importante ferramenta estratégica de gestão.

Preparamos um vídeo explicando todos os detalhes do assunto. Você pode conferir abaixo:

 

 

Conclusão

Apesar de se tratar de um assunto que não faz parte do dia a dia normal de um gestor de academia, esperamos que você tenha aproveitado o conteúdo deste artigo.

Para nós, o DRE é uma ferramenta vital para a gestão de uma academia, tanto é que temos no EVO uma funcionalidade específica para isso, educando o gestor a alimentar corretamente os itens do financeiro da academia e tendo sempre a mão uma demonstração mais eficaz dos seus resultados.

Se você quiser conhecer a funcionalidade do DRE dentro do EVO e como ele pode alavancar a sua performance no financeiro, clique aqui para falar com um de nossos especialistas.